sábado, 21 de janeiro de 2012

Distância



Agora, neste lugar, desperdícios, falhas
Eternidades, madrugadas
Quem era eu para te fazer esperar?
Só mais uma oportunidade, só mais um suspiro
Só no caso de haver apenas um restando...

Você sabe...
Que eu te amo
Eu te amei todo o tempo
Afastei-me por muito tempo
E eu senti sua falta
Eu continuo sonhando quando estará ao meu lado
E você nunca mais partirá!

Ajoelhado, implorarei
Última chance para dançar com você
Porque contigo, eu ressentiria
Toda a emoção de segurar sua mão
Eu faria tudo por nós
Faço o que for, mas não vou ceder
Porque você sabe, Você sabe...
Que eu te amo.

Tão distante (tão longe),
Estivemos separados numa longa temporada
Mas você sabe
Eu aspiro que você não parta
Porque eu necessito...
Eu preciso te ouvir falar
Que também me ama.

Acredite! Apóie-se em mim e nunca mais vá embora!

Nenhum comentário:

Postar um comentário